21 janeiro 2009

Hóquei na África

Entre os dias 7 e 16 de dezembro de 2008, um de nossos professores, Daniel Mirim, Atleta da seleção Brasileira de hóquei, participou do campeonato intercontinental realizado na cidade de Swakopmund na Namíbia, África.
O Brasil foi representado por duas equipes: a equipe A, ficou em primeiro lugar na competição e a equipe B, ficou em terceiro dentre os dez times participantes.



Daniel:

A maior dúvida era o que iríamos encontrar ao chegar. Comida, cultura e o nível dos times de lá era algo que nos deixava preocupados, pois nenhum dos atletas tinha ido ao país.
Com a cara a coragem e a grande vontade de jogar Hóquei, voamos por horas, digo por muitas horas até chegar no país, e chegando lá vimos diversos animais nas ruas, como macacos e grandes roedores e diversos campos abertos que mais pareciam desertos de filmes que cansamos de ver.
Do aeroporto fomos direto para o jogo, onde ficamos pensativos em relação ao que encontraríamos. Ao chegar tivemos uma surpresa, apesar de estarmos em um país Africano, todos os atletas eram brancos, pois o país foi colonizado por Alemães, e muitos achavam que íamos encontrar somente negros, mesmo assim todos tinham porte físico avantajado.
Esses jogos que fizemos foram amistosos de recepção, onde os dois times do Brasil fizeram uma final eletrizante, com gol no overtime !!!! do Brasil A. Mas o verdadeiro campeonato só ia acontecer cinco dias após o amistoso, o que dava tempo para se acostumar com o clima e o fuso horário.
E nesses cinco dias fizemos muitas viagens cansativas, onde os lugares de descanso eram os ônibus ou acampamentos dos safáris que fomos nesse meio tempo, e após a visita aos animais selvagens passamos a nos concentrar na principal competição.
A quadra onde foi realizado o campeonato não era grande, porém a estrutura era muito boa, que se igualava a habilidade dos atletas locais e que tornava as partidas mais competitivas. Além disso tudo a torcida era imensa e com muita presença, animada e patriota.
Ao retornar percebi que foi muito gratificante ter participado do campeonato, devido ao nível dos atletas e organização da competição, e ainda mais porque fomos muito bem recepcionados pela população local a qual demonstrou muito carinho por todos.

Nenhum comentário: